Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Cimo

Arroz

Arroz Integral

Aveia

Centeio

Centeio Integral

Cevada

Espelta

Espelta Integral

Grao-de-bico

Milho

Trigo

Trigo Integral

Trigo e Centeio

Rica 7 Graos

Frutos Secos

Pao Doce

Mediterranico

Frutos Vermelhos e Chocolate

Espelta com Sementes

Farinha de Arroz
Farinha de Arroz Integral
Farinha de Aveia
Farinha de Centeio
Farinha de Centeio Integral
Farinha de Cevada
Farinha de Espelta
Farinha de Espelta Integral
Farinha de Grão-de-bico
Farinha de Milho
Farinha de Trigo
Farinha de Trigo Integral
Farinha de Pão Doce
Farinha Rica 7 Grãos
A farinha de trigo integral retém a maior parte dos nutrientes do grão integral, mas para ficar mais leve tem menos 15% de germe e farelo. Produz um pão bastante denso.
A farinha de trigo tipo 80 biológica não foi quimicamente tratada. Produz um pão de textura mais leve.
A farinha de arroz biológica tem uma consistência leve e é indicacada para bolos, e, em pequenas quantidades, para pão. É um alimento ideal para pessoas com fraca tolerância ao glúten.
A farinha de aveia biológica tem propriedades refrescantes e diuréticas.
Recomendada às crianças e aos desportistas.
É utilizada nas célebres papas ou na sopa e substitui o pão ralado dos croquetes. É misturada à farinha de trigo para melhorar o sabor do pão e pode ser o ingrediente principal das panquecas.
A farinha de cevada biológica tem fraco teor de glúten. Contém altos teores de vitamina B3.
Facilita a digestão dos açúcares. Recomendada para as primeiras papas de bebé e acalmar as perturbações digestivas resultadas pelo leite de vaca.
Quando misturada com a farinha de trigo, dá origem a pães doces e deliciosos.


A farinha de arroz integral biológica contém farelo que aporta proteínas adicionais, ferro, cálcio e vitamina B. O seu valor nutricional é semelhante ao do arroz integral.
A farinha de espelta biológica contém mais vitaminas B1 e B2 do que a de trigo. É indispensável ao nosso sistema nervoso e cardiovascular devido à sua grande riqueza em sais minerais.
Acrescenta aos cozinhados um delicado sabor a noz.


A farinha de espelta integral biológica é mais rica por conter o grão na sua totalidade. É indispensável ao nosso sistema nervoso e cardiovascular devido à sua grande riqueza em sais minerais.
Acrescenta aos cozinhados um delicado sabor a noz. Permite produzir um pão de sabor suave mais fino do que o de trigo.
A farinha de milho biológico é rica em fibras, proteínas e minerais. O milho é o cereal mais precioso em ácidos gordos poli-insaturados, o que permite recomendar este cereal no caso de colesterol em excesso. Recomendado também para casos de reumatismo e gota.
A farinha de grão-de-bico biológica é uma fonte de fibra, além de ser muito rica em certos vitaminas e minerais, cujas % das doses diárias recomendadas elevadas encontram-se para as vitaminas B9 e B1, os minerais magnésio e fósforo e os microelementos manganês e cobre, entre outros.
Pode ser utilizada para sopas, crepes, sobremesas, e conhecem-se variados pratos condimentados, sobretudo na cozinha do Mediterrâneo oriental e do Médio Oriente.
Farinha de Espelta com Sementes
Farinha com Frutos Secos
Farinha com Frutos Vermelhos e Chocolate
Farinha Mediterrânica
Farinha de Trigo e Centeio
A farinha de centeio integral biológica é especialmente rica em vitamina B1, em ferro e em potássio.
A farinha de centeio biológico permite fazer um pão mais leve do que a farinha de centeio integral.
ã
FARINHAS EXCLUSIVAS PARA PÃO
ã
As farinhas da Herdade de Carvalhoso são moídas em mós de pedra e a frio, evitando-se assim a perda de sabor e de vitaminas, como infelizmente costuma ser habitual na moagem através de cilindros.
â
ã
AGRICULTURA BIOLÓGICA
PT-BIO-05
Início